Biografia | FILL OFFICIALLY

Biografia

FILL lançou o seu grande novo álbum intitulado “ Sacudiu e Bazou”

FILL, um músico Moçambicano, apresentou o seu 6º trabalho discográfico. O álbum, intitulado “ Sacudiu e Bazou”  foi apresentado ao público no dia 18 de Dezembro de 2018 no Auditório do BCI em comemoração dos seus 20 anos de carreira musical. O seu 1º  CD à solo, intitulado “Made in Mozambique” foi lançado em 1998.

FILL é um músico que conta com 5 álbuns publicados durante o período que vai de 1998 a 2006, tendo-se notabilizado com o ritmo da Marrabenta e Kizomba onde o destaque vai para os temas “Poperô”, “Fantasias de amor”, “Josefina waka Mafalala”, “Mina na wena e Upide”. O interregno na música de FILL deveu-se a razões pessoais e familiares.

Agora em 2018 regressou para oferecer mais um trabalho musical, desta vez, com mais ritmos Africanos, a Kizomba, o Semba, a Coladera e outros estilos tropicais. O álbum original apresenta 18 temas.

Os trabalhos até agora realizados, desde o início da sua carreira, contaram com a participação de vários produtores Moçambicanos, Angolanos e Cabo-Verdianos tais como, Guilherme Silva, Zé Pires, Rufas, Ziqo Yeyé, Rei Weba, Ciro Cruz, Hélvio, Eliei, Tó Semedo, Loony Jhonson, e outros.

Neste novo trabalho discográfico, FILL promete igualmente encantar o público. É uma obra que contou com a produção de alguns dos mais conceituados produtores de Kizomba através das regiões de língua Portuguesa. Conta com a prestação de Nelo Paím mais conhecido por “Tinelo”, Sérgio Beleira, Smash dos Gabeladas B26, Livongh. Conta ainda com o Cabo-Verdiano Cleudir Cardoso, responsável por vários êxitos de Cabo Verde. Em termos de produtores Moçambicanos, há de referir o Dj Tary e Mito.

O álbum “ Sacudiu e Bazou” conta com a participação de vários artistas Moçambicanos. O destaque vai para os guitarristas Dodó e Dhjivas, o saxofonista Sarmento, o percussionista Stélio Zoé, os vocalistas Nandoz, Onézia e Alcinda nos coros e a Princesa Mimãe em participação especial no tema “Deixa-te Amar”, os Angolanos Mc Cabinda, Kláudio Hochai, o agrupamento Gabeladas, o baixista ManCalas “pai do Semba”, a Rainha do gospel Sul-Africano Judith Sephuma,  e os Franceses Greg Louis, Cedric Louis, Cervantes e Loperaz (estes 3 últimos responsáveis pelas misturas e masterização).

 

Mídia Social

Reservas